(31) 3284-3223 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Aplicação dos implantes dentários na terceira idade

Aplicação dos implantes dentários na terceira idade

Vantagens e desvantagens O uso de implantes dentários a fim de promover suporte às próteses oferece muitas vantagens comparadas com as próteses removíveis mucodento-suportadas, sendo a maior vantagem em um paciente parcialmente edêntulo recente, pela manutenção da altura e largura ósseas, ainda presentes, por um implante bem sucedido, segundo Jacobs et al. (1992). Ainda segundo estes autores, uma prótese implanto-suportada tem maior retenção e estabilidade, sendo o paciente capaz de reproduzir uma dada oclusão cêntrica consistentemente. Além disso, o paciente tem maior confiança para falar, devido à melhora na fonética e para se alimentar, por uma melhora na performance mastigatória. As vantagens da técnica de implante para pacientes idosos são: melhora no suporte e retenção das próteses, aumento da função (mastigação, fala…), confiança aumentada, o fato de não exigir grande destreza para colocar uma prótese removível com complexa trajetória de inserção. Como desvantagens para uso de implantes em idosos, os autores citam: a necessidade de cirurgia (que depende do estado médico e da tolerância do paciente), extenso período de tratamento antes de usufruir das vantagens (o ideal tempo para ocorrer uma perfeita osseointegração), necessidade de cuidados contínuos, ser dependente da motivação e habilidade do paciente, da imperiosa necessidade de revisões profissionais regulares e do risco de falhas em idades muito avançadas devido à progressiva perda da destreza e habilidade manual para realizar uma correta higienização, que é imprescindível ao sucesso de longo prazo dos casos clínicos em prótese dentária. Comparados com as próteses totais, os implantes levam grande vantagem, pois restabelecem com maior capacidade a função mastigatória e estética, e têm apenas como fatores limitadores de seu uso a...
A Terceira Idade nos novos tempos

A Terceira Idade nos novos tempos

Os idosos de hoje, que foram os jovens e as crianças de ontem, vêm de uma época em que predominavam a deficiência de umaconscientização geral, a falta de informações, a carência de profissionais realmente habilitados e com os recursos odontológicos ainda numa fase embrionária, como anestesia, Raios X e equipamentos. Tais fatores constituíram um padrão errôneo de educação odontológica em que predominavam o medo, a falta de interesse, desconhecimento e uma distância enorme da íntima relação de saúde oral e a totalidade do organismo humano. Com o passar dos anos, um progresso lento e contínuo, trouxe novos horizontes para a educação em saúde bucal, visando a formação de bons hábitos de higiene e prevenção que, agora, terão reflexos nos idosos do futuro. O aumento da perspectiva de vida e o número de idosos cada vez maior, torna a Odontogeriatria uma especialidade voltada para esta importante faixa etária. Nas últimas décadas, a melhoria das condições médicas, econômicas e sociais resultou no prolongamento da vida do ser humano. Essa longevidade, associada aos avanços da odontologia preventiva, tem levado a um aumento de pessoas idosas dentadas que buscam a assistência odontológica. Apesar do aumento significativo de problemas bucais, com o passar dos anos, vem sendo observado uma diminuição acentuada no número de dentes perdidos. Outros fatores, justificam essa queda, como por exemplo, abertura dos meios de comunicação, que ajudam a criar um novo perfil psicológico do paciente idoso. Sendo assim, os idosos estão mudando, querendo viver com melhor qualidade de vida. Além disso, há uma preocupação em poder sorrir com satisfação, comer bem, poder mastigar, pronunciar e influencia a estética e o...
O que você deve fazer quando o ciúme “bater”

O que você deve fazer quando o ciúme “bater”

Não demonstre. Coloque no rosto uma expresão serena (você pode testar diante do espelho, por que às vezes uma expressão serena pode se parecer muito com uma expressão tola). Demonstrar que está ardendo de ciúmes desperta nele alguns sentimentos: o primeiro, é o de “puxa vida! Essa mulher é mesmo doida comigo!” e, nesse caso, você já deu a bandeira que ele precisava para se sentir o rei da cocada preta e para você se sentir um inseto. O segundo é que pode ser que ele nem tenha notado a outra e você acaba de atiçar-lhe a curiosidade. O terceiro é o sentimento de irritação, se isso se repete sempre, e ele vai dar um jeito de escapulir, por que os homens, diferentemente das mulheres, sempre buscam alguém ou um lugar onde se sintam bem e alegres. Quanto à você, quanto mais cordas der à imaginação, mais vai se sentir infeliz e a pior das mulheres. Portanto, demonstrar seu ciúme não vai lhe ajudar em nada, muito pelo contrário. Sentir ciúmes é absolutamente normal. Não demonstrar é uma atitude inteligente. Desista do papel de vítima Nunca, em tempo algum, coloque-se no papel de coitadinha. Os homens não suportam mulheres choronas, que imploram atenção, que se colocam no papel de vítimas, seja deles, seja do destino. Dignidade, minha cara, antes de tudo. Você é a única pessoa no mundo que tem o poder sobre você. Se você chora e se descontrola por ciúmes, rejeição ou seja lá porque, você está cedendo esse elementar direito a outro. Antes de tudo saiba que ninguém faz ninguém sofrer, ninguém faz ninguém feliz ou...