(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
NÃO PARTICIPE DO DESFILE DE DOENÇAS OUTONO/INVERNO

NÃO PARTICIPE DO DESFILE DE DOENÇAS OUTONO/INVERNO

As temperaturas caem e a imunidade das pessoas também caem. Isso porque as doenças de outono e inverno são enfermidades típicas da época, que acabam se espalhando e trazendo incômodos para todos nós. Como praticamos a filosofia de que prevenir é melhor do que remediar, se liga nas orientações que preparamos pra você curtir o friozinho da estação com muita saúde.   Por que aumentam as doenças respiratórias nessa época   Com o frio as vias aéreas (em resumo são: nariz, boca, garganta e pulmões) de muita gente irrita. Para piorar, a umidade relativa do ar cai e ocorre a inversão térmica (a poluição fica acumulada na atmosfera). Junte esses fatores às concentrações de pessoas em locais fechados e pouco arejados, usando roupas e cobertores de lã que ficaram guardados e acumularam poeira. O resultado é o aumento de doenças respiratórias mesmo.   Quais são as mais comuns   Nessa época do ano ocorrem muitos quadros de doenças respiratórias infecciosas, inflamatórias e alérgicas. As mais comuns são as infecções respiratórias, com destaque para a gripe e o resfriado. Uma observação importante é a diferença entre as duas: a gripe é causada somente pelo vírus influenza e é mais grave. Ela apresenta os sintomas do resfriado (causado por vários vírus) como coriza e corpo ruim, mais febre alta – pode deixar a pessoa acamada.   Há outras doenças que geram incômodos para as pessoas devido à transmissão que elas possuem: pela saliva quando o infectado fala, tosse ou espirra. Entram nesse grupo a pneumonia (que é um perigo enorme pois pode surgir de uma gripe mal curada), a tuberculose e...
O BÁSICO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE AFTAS

O BÁSICO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE AFTAS

Começa com um leve incômodo em uma parte minúscula da boca. Aí esse desconforto evolui e de repente.. apareceu uma afta! Bom, as aftas não aparecem sem causa, uma mordida errada na bochecha ou lábios e o uso de aparelhos fixos também podem ocasionar seu aparecimento. Os fatores provocadores variam e merecem atenção, acompanhe a seguir.   Primeiro, o que é uma afta?   Também chamada de estomatite aftosa recorrente EAR), a afta é uma lesão (úlcera) oval esbranquiçada (ou amarelada) que pode surgir em qualquer parte da boca – língua, lábios, gengiva, garganta. As aftas não possuem pus, bactérias ou sinal de infecção; variam de tamanho e geralmente são bem dolorosas.   Quais são suas causas?   Variam, por isso é importante se informar. Tem hora que uma afta pode aparecer por causa que a pessoa ingeriu certos tipos de alimentos (veremos adiante quais); devido a deficiências de ferro e vitaminas no corpo (como B9, B6 ou B12); em virtude de estresse emocional ou traumas locais na boca (um machucadinho que virou afta); quando a pessoa sofre com distúrbios gastrointestinais (como doença celíaca, de Crohn).   As etapas de uma afta   O ciclo da estomatite aftosa recorrente, vulgo afta, não é definido, depende muito da resposta do organismo. Geralmente inicia com um desconforto na mucosa da boca que, de 24 a 48 horas depois, pode apresentar um ponto avermelhado. Se ela continuar a evoluir, seu núcleo fica esbranquiçado e ao amadurecer, a ferida surge no centro da lesão. É comum seu desaparecimento ocorrer em sete dias (sem tratamento algum).   Como tratar   Se a afta persistir...
ENSINAR AS CRIANÇAS A ESCOVAR OS DENTES

ENSINAR AS CRIANÇAS A ESCOVAR OS DENTES

6 DICAS QUE AJUDAM AO ENSINAR UMA CRIANÇA A CUIDAR DOS DENTES   “Será que tem mais algum segredo pra eu conseguir convencer meus filhos a escovarem os dentes e cuidar da saúde bucal?”. Essa é uma pergunta feita por pais quando eles enfrentam desafios ao ensinar as crianças que é preciso cuidar dos dentes. Se você é um deles ou é responsável por algum pequeno que está na fase de aprendizagem, embarque com a gente no texto de hoje, existem dicas boas e práticas.   Torne o momento divertido   É bom que o responsável pela criança (seja mãe, pai, avós, tios, familiares ou o adulto que cuida) deixe a hora da escovação algo leve, tranquilo e legal de ser feita. Vale a pena investir em escovas de dente coloridas ou temáticas (de personagens de desenho, por exemplo), cremes dentais saborizados ou músicas e livros infantis sobre o assunto. O importante é mostrar que cuidar da saúde bucal pode ser simples e divertido.   Explique o porquê, mas sem exageros   O motivo de criar o hábito de higiene bucal pode ser feito com jeito (sem perder a razão com castigos ou brigas desnecessárias) e até um pouco de carinho. Os pequenos precisam entender que é necessário escovar os dentes e cuidar da boca, afinal traz benefícios imediatos (sorriso brancos e limpinhos, gosto bom na boca, hálito refrescante, prevenção de cáries, saúde da boca e do corpo como um todo).   Seja o exemplo   Aquela velha história de que os filhos são espelho dos pais e adultos que os criam é real. Se a criança vê que...
A IMPORTÂNCIA DO BEBÊ MAMAR NO PEITO DA MÃE

A IMPORTÂNCIA DO BEBÊ MAMAR NO PEITO DA MÃE

O aleitamento materno é um hábito vital para o recém-nascido, saiba os porquês   Falar sobre a saúde bucal dos bebês é um assunto que amamos, e por isso vamos falar da importância da amamentação no desenvolvimento do rostinho deles. Por incrível que pareça, quando o bebê se alimenta do leite materno diretamente no seio da mãe, ele está contribuindo para a formação de sua própria face. Olha só que interessante.   Benefícios gerais da amamentação   São diversos os benefícios que ela gera, como desenvolvimento do sistema imunológico do bebê (evitando alergias, anemia, doenças futuras, cólicas) assim como da mãe (o risco de câncer de mama é diminuído), aumento do laço afetivo. Queremos dar destaque para o estímulo que este hábito provoca no crescimento e desenvolvimento correto da musculatura oral do bebê. Ou seja, todo a formação facial é aprimorada pelo aleitamento materno, inclusive o desenvolvimento da fala. Fantástico, não é?   Aleitamento materno é um exercício para o bebê   Ao mamar diretamente no seio materno, o bebê faz a primeira ginástica facial que lhe é capaz, o que estimula corretamente os ossos do rostinho dele. Desta forma a face e a dentição crescem em harmonia, facilitando uma boa oclusão dos dentes (o que evita a necessidade de tratamentos ortodônticos e extrações no futuro). Já o bebê que só se alimenta pela mamadeira a oclusão e posicionamento dentário não serão bons, afetando o crescimento dos dentes de leite e dos permanentes.   Bebês preparados para a mastigação   O movimento de sucção do leite materno é um preparo para quando o bebê tiver que se alimentar de...
A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

Entenda como se dá esse processo e como os pais podem amenizá-lo para o bebê Se tem uma coisa que é capaz de conquistar todo mundo é o sorriso de um bebê. Com ou sem dentes, a expressão facial desses seres humaninhos é tão linda e fofa que desmonta qualquer um. Agora, pergunta para os pais se quando os dentinhos começam a aparecer o bebê fica só a sorrisos? No texto de hoje, você vai entender o que estamos falando. Quais dentinhos nascem primeiro? Nessa época de acompanhamento do bebê com o dentista pediatra, é sempre bom saber quais dentes aparecem primeiro na boca. Normalmente, nascem primeiro os incisivos centrais de baixo, depois os dois correspondentes de cima, em seguida vêm os que ficam ao lado e por último os segundos molares (os do fundo da boca).   Há um período específico para o nascimento? Não há. O comum é o primeiro dentinho surgir por volta dos 6 meses (em alguns bebês surge aos 3 meses ou 12 meses). Como o crescimento e desenvolvimento da dentição, tanto de leite quanto permanente, está ligada a vários fatores, como o genético, por exemplo, é super normal ocorrer essa variação. Ao completar três anos, o baby precisa já ter todos os 20 dentes de leite (essa nomenclatura surgiu, pois eles são mais claros que os dentes permanentes, ou seja, são brancos como o leite).   O que fazer com os sintomas que o neném sente? É comum que durante a fase de crescimento dos dentes decíduos (de leite), o bebê tenha sintomas desagradáveis que refletem o desenvolvimento da dentição que está sendo...