(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br

A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

Entenda como se dá esse processo e como os pais podem amenizá-lo para o bebê

Se tem uma coisa que é capaz de conquistar todo mundo é o sorriso de um bebê. Com ou sem dentes, a expressão facial desses seres humaninhos é tão linda e fofa que desmonta qualquer um. Agora, pergunta para os pais se quando os dentinhos começam a aparecer o bebê fica só a sorrisos? No texto de hoje, você vai entender o que estamos falando.

Quais dentinhos nascem primeiro?

Nessa época de acompanhamento do bebê com o dentista pediatra, é sempre bom saber quais dentes aparecem primeiro na boca. Normalmente, nascem primeiro os incisivos centrais de baixo, depois os dois correspondentes de cima, em seguida vêm os que ficam ao lado e por último os segundos molares (os do fundo da boca).

 

Há um período específico para o nascimento?

Não há. O comum é o primeiro dentinho surgir por volta dos 6 meses (em alguns bebês surge aos 3 meses ou 12 meses). Como o crescimento e desenvolvimento da dentição, tanto de leite quanto permanente, está ligada a vários fatores, como o genético, por exemplo, é super normal ocorrer essa variação. Ao completar três anos, o baby precisa já ter todos os 20 dentes de leite (essa nomenclatura surgiu, pois eles são mais claros que os dentes permanentes, ou seja, são brancos como o leite).

 

O que fazer com os sintomas que o neném sente?

É comum que durante a fase de crescimento dos dentes decíduos (de leite), o bebê tenha sintomas desagradáveis que refletem o desenvolvimento da dentição que está sendo formada. Um mês ou dois meses antes do dentinho apontar na boca, o baby começa a babar muito e sentir bastante dor (noites mal dormidas consolando a criança fazem parte), além da gengiva e bochechas incharem.

Dê mordedores ou coisas geladinhas (sem exagerar na temperatura) para seu bebê morder. Com a mão limpa massageie a gengiva dele com o dedo, na tentativa de amenizar o desconforto. Sobre a febre ou diarréia que os pais observam como sintoma, vale a pena tomar cuidado, pois realmente o bebê irá colocar vários objetos na boca e às vezes ele porá algo infectado, por isso, atenção redobrada.

Comemore a fase com fotos, anotações no diário do seu baby e curta o momento! Guardar as datas é importante não só para dizer ao dentista, como também para ter a gostosa recordação. Sempre que quiser/precisar levar seu bebê na Mr. Clean, será uma alegria atendê-los! Cuidar da saúde bucal do baby desde cedo é importante para prevenir futuros problemas de saúde nele. Porque quem ama cuida, não é mesmo?

Você também pode gostar de:


OLHE PARA SEU SORRISO

OLHE PARA SEU SORRISO

Diante do hábito que temos de nos ver no espelho todos os dias, alguns mais e outros menos, diversos questionamentos surgem em nossa cabeça. O momento da vida se mistura com os sentimentos, com nossa personalidade e com o cuidado dado à saúde, e tudo isto acaba afetando no sorriso que soltamos. O texto de hoje é sobre a relação do ato de expressar felicidade com o estado da...
SAÚDE… ALÉM DO CORPO!

SAÚDE… ALÉM DO CORPO!

Durante muito tempo a definição de “saúde” era tida apenas como a ausência de adoecimentos físicos. Com o passar do tempo e da modernização das pesquisas científicas, bem como a imensidão dos adoecimentos que surgiam sem uma causa aparente, fez-se urgente uma nova conceituação e entendimento do estado de saúde. O que realmente precisamos para ter, manter ou restabelecer nossa tão preciosa saúde? Acredito que devamos partir do princípio:...
Nossa boca, nossa saúde

Nossa boca, nossa saúde

Partindo do princípio de que, “tudo que nutre o nosso corpo é absorvido por via oral”, é de grande importância que passemos a observar atentamente os sinais ou alertas disparados pelas condições de nossa boca. Por exemplo, quando estamos com a boca amarga é um indício de que podemos estar com o nosso fígado sobrecarregado. O mau hálito e as aftas constantes podem ser alertas para problemas estomacais e...
Avós cuidadores. Amor preventivo

Avós cuidadores. Amor preventivo

As exigências cada vez maiores na luta pela sobrevivência, e a premente necessidade de buscar o mínimo de qualidade de vida para suas famílias, os pais muitas vezes se vêm obrigados a recorrer à ajuda abençoada dos avós. E estes fazem em sua grande maioria o papel de educadores. Frequentemente os problemas odontológicos na primeira infância, são oriundos de falta de informação e maus hábitos praticados no passado. Relatamos...
ARRAIÁ BOM E QUE NÃO PREJUDICA OS DENTES

ARRAIÁ BOM E QUE NÃO PREJUDICA OS DENTES

Junho é o mês das festas juninas (que se estendem para o mês de julho), época de todo mundo se esbaldar dos deliciosos quitutes juninos. O desejo de saciar a vontade de comer os doces e salgados típicos é enorme, a gente sabe. Outra coisa que a gente sabe são os cuidados que devemos ter com os dentes nos dias de festa, vale a pena conhecer.   Não deixe...
CUIDAR DOS DENTES AJUDA NOS EXERCÍCIOS FÍSICOS

CUIDAR DOS DENTES AJUDA NOS EXERCÍCIOS FÍSICOS

O título do texto de hoje parece chamada sensacionalista. Mas não é, ele realmente fala de algo real. É que muitas pessoas não associam o fato da saúde bucal interferir na saúde corporal, logo, no desempenho de uma pessoa na hora dela praticar atividades físicas. Vamos explicar, nas linhas adiante, mais sobre o tema.   Como a saúde bucal interfere no treino Estudos comprovam que caso um atleta possua...