(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br

A pouco falada Odontologia do Esporte

A pouco falada Odontologia do Esporte

No clima que o Brasil viveu de Olimpíadas e agora com as Paralimpíadas, é comum pensarmos na saúde de ouro que um atleta precisa ter para auxiliá-lo na conquista de uma medalha. O que poucas pessoas refletem é que todo o corpo precisa estar saudável, inclusive a boca e os dentes. A seguir, falaremos um pouco sobre o assunto.

O que é a Odontologia do Esporte

Um atleta profissional costuma ter um técnico e uma equipe médica à sua disposição para que todo seu organismo seja acompanhado e funcione da melhor forma possível. Dentre os profissionais que o acompanham, é de suma importância a presença de um dentista, fazendo análises que englobam as dietas e os movimentos que o treino exige.

É preciso que ocorra uma parceria entre dentista e atleta não só por motivos estéticos que a exposição na mídia exige, mas também por questões de desempenho no esporte. O objetivo é prevenir e tratar problemas bucais que possam surgir e os traumas inesperados que acontecem, qualquer impacto acaba afetando a mandíbula e toda a boca – no caso de esportes de contato, as lesões são recorrentes e exigem ainda mais atenção e cuidado.

Outro fator que justifica o cuidado com a saúde bucal é a dieta dos atletas, programa alimentar muitas vezes rico em carboidratos e bebidas energéticas com alto teor de açúcar que favorecem o desenvolvimento de cárie e erosão ácida dos dentes.

Negligência com os dentes afeta o treino

Várias consequências podem surgir na vida de um atleta que não faz acompanhamento com o dentista, desde infecções bucais (cáries, gengivites, tratamento de canal, por exemplo), má oclusão dos dentes, problemas respiratórios, até perda do desempenho na atividade física. Os problemas podem ser sérios e já foram levantados em estudos científicos: pode ocorrer até 21% de perda de rendimento no treino; o corpo se torna susceptível a ter lesões; o organismo fica com sistema imunológico fraco; fadiga precoce e ainda o não aproveitamento dos nutrientes dos alimentos (uma dor de dente faz com que o esportista pare de comer ou evite certas refeições, o que pode ser prejudicial) etc.

Forcinha para ir ao dentista

Você deve estar pensando então que nada adianta o atleta se desafiar constantemente, seguir a dieta e os treinos passados e não fazer a higienização correta dos dentes (escovação e uso do fio dental), além de visitar regularmente o dentista (dependendo a frequência de idas é maior do que de quem não é atleta). É isso mesmo, a disciplina deve estar presente também nos cuidados com a saúde bucal, caso contrário os esforços do atleta poderão ser em vão. Não é exagero pensar que o atleta que tem uma boa saúde bucal tem mais chances de se classificar melhor na competição, afinal a saúde bucal possui sim associação com a saúde de ordem geral, ou seja, de todo o corpo humano.

Nós, da Mr. Clean, queremos dizer que foi ótimo torcer durante as Olimpíadas e continuaremos agora nas Paralimpíadas. Vai Brasil!

Você também pode gostar de:


O SORRISO DELAS

O SORRISO DELAS

Hoje é um dia que surgiu de milhares de ventres de todo o mundo. Estamos falando do 8 de março, Dia Internacional da Mulher, data que é marcada por ações em todos os continentes em busca de melhores condições de trabalho, de vida social e política. Essa história começou na segunda metade do século XIX e está viva até hoje, porque as mudanças são necessárias, olha só.   Uma...
Implante: fazer ou não? É caro ou barato?

Implante: fazer ou não? É caro ou barato?

Relato da Paciente: Regina Oliveira / Fotógrafa e Comunicadora Itatiaia Hoje vou falar de um tratamento odontológico que gera muitas dúvidas e insegurança, primeiro por ser um procedimento cirúrgico e, segundo, por imaginarmos ser dispendioso. Muitas pessoas que perdem os dentes ao longo da vida, seja por acidente, doenças bucais, ausências naturais dos incisivos ou até mesmo por tratamento mau feito – como é o meu caso – têm...
5 CUIDADOS QUE FAZEM O CLAREAMENTO DENTAL DURAR

5 CUIDADOS QUE FAZEM O CLAREAMENTO DENTAL DURAR

Sorriso branco é bom e todo mundo gosta, mas exige cuidados. Mesmo quem já fez clareamento dental precisa ajustar a rotina, afinal quanto mais zelo a pessoa tiver com os dentes, maior será a duração do tratamento. Então acompanhe a seguir os 5 passos que são primordiais para seu sorriso ser sempre bonito e branquinho. 1- Saiba escolher a alimentação ideal Evite alimentos de cor escura, como beterraba, açaí,...
ESTÉTICAS QUE DÃO ALEGRIA E BELEZA AO SORRISO

ESTÉTICAS QUE DÃO ALEGRIA E BELEZA AO SORRISO

Quem acessa o site da Mr. Clean vê que ela é uma clínica odontológica séria, apta para atender as questões que envolvem a saúde bucal: desde um desconforto sentido pelo paciente (atendemos de bebês a idosos) a até um tratamento estético de alta tecnologia. No post de hoje vamos falar um pouco sobre as formas que oferecemos para você sorrir com saúde e beleza. Bora ler e pensar no...
DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

Muito se engana quem acha que o dentista cuida só da saúde da boca e dos dentes. A cada consulta ele analisa o quadro clínico da saúde bucal e dela com o resto do corpo. Caso o profissional suspeite que exista algum desequilíbrio (glicose alta, baixa imunidade, etc), o dentista orienta o paciente da necessidade de procurar um médico. A saúde bucal anda junto com a saúde corporal, por...
Nossa boca, nossa saúde

Nossa boca, nossa saúde

Partindo do princípio de que, “tudo que nutre o nosso corpo é absorvido por via oral”, é de grande importância que passemos a observar atentamente os sinais ou alertas disparados pelas condições de nossa boca. Por exemplo, quando estamos com a boca amarga é um indício de que podemos estar com o nosso fígado sobrecarregado. O mau hálito e as aftas constantes podem ser alertas para problemas estomacais e...