(31) 3284-3223 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
A RELAÇÃO SAÚDE GERAL E BUCAL DAS GESTANTES

A RELAÇÃO SAÚDE GERAL E BUCAL DAS GESTANTES

Gente, sabe aquele discurso que nós, dentistas, falamos sobre o quanto a saúde geral do corpo está interligada à saúde bucal? Então, um exemplo indiscutível é a conexão da saúde do organismo de uma gestante com a saúde da boca dela. Uma mulher em período de gestação tem seu corpo mais sensível e tal sensibilidade pode refletir na cavidade bucal. Confira a seguir mais informações sobre o assunto.   Cuidar de duas vidas ao mesmo tempo Saúde geral e bucal da mãe, além da saúde do filho. O tamanho da responsabilidade que uma mulher em fase de gestação carrega é grande, afinal o corpo precisa dar conta de tudo: dela e do bebê. Como a cavidade bucal é uma parte do corpo que entram muitos microorganismos e assim doenças (desde o ar até a água e objetos usados no cotidiano), é por meio de uma higiene bucal correta, acompanhamento no dentista e alimentação saudável que a gravidez tende a ser tranquila.   Motivo: organismo de grávida é algo em mudança constante Para gerar outra vida, o corpo de uma mulher passa por incontáveis transformações (claro, gerar outro ser humano não é algo simples). Os hormônios variam muito, o que acarreta em alterações na boca. Uma grávida pode ter excesso de produção de saliva, propensão à gengivite, os famosos enjoos que só complicam na hora de higienizar a cavidade bucal. A saúde bucal fica debilitada, podendo ocorrer cáries e doenças periodontais, infelizmente. A notícia boa é que tudo isso é possível de ser controlado.   Como as futuras mamães devem agir As mulheres gestantes precisam escovar corretamente os dentes após...
CONHEÇA O SETEMBRO DOURADO

CONHEÇA O SETEMBRO DOURADO

A onda de renomear os meses com cores não é novidade e tem sido uma maneira de chamar a atenção das pessoas para causas importantes. Uma delas, diferente do Setembro Amarelo que falamos aqui no blog ano passado e que tem igual importância, é o Setembro Dourado. Pode parecer exagero associar o mês a uma outra cor, porém talvez aí que esteja a questão: cuidar da saúde e ficar atento aos sinais do corpo é um comportamento que deve ocorrer em todos os meses do ano. Com vocês, um pouco sobre o Setembro Dourado!   O movimento Os mais jovens também possuem um movimento contra o câncer chamado mundialmente de Setembro Dourado. Sua origem vem da necessidade de aconselhar pais e responsáveis por crianças e adolescentes quanto aos principais sintomas e sinais do câncer infanto-juvenil. Além disso, o movimento busca apoio para os pacientes mirins e suas famílias, inclusive reconhecendo as vitórias ou honrando os que infelizmente não resistiram à doença.   Quanto mais cedo descobrir, melhor Sim, como todo câncer (na verdade, como toda enfermidade, né). Os tipos mais frequentes entre crianças e adolescentes são as leucemias, os do sistema nervoso central e os linfomas. Descobrir a doença é complicado, pois os sintomas podem ser confundidos com outros problemas, porém se você tem algum jovem sob os seus cuidados, vale a pena ficar de olho nos mal estares que podem indicar algo errado no organismo (manchas roxas no corpo, febre persistente sem motivo, ínguas endurecidas, nódulos, perda de peso repentina, dor de cabeça que não passa). Ao ser identificado no início, as chances de cura do câncer infantil...
RONCO OU APNEIA, A ODONTOLOGIA PODE TRATAR

RONCO OU APNEIA, A ODONTOLOGIA PODE TRATAR

Vários fatores podem ocasionar que uma pessoa tenha uma noite mal dormida, como sobrepeso, maus hábitos, rotina inexistente, problemas psicossociais, doenças orgânicas, medicamentos e fatores otorrinolaringológicos ou odontológicos. Exatamente, ronco e apneia são uma das causas que afetam o sono. A notícia boa é que para ambos existe tratamento e ele pode ser feito, inclusive, no dentista. A gente vai explicar mais, olha só.   Diferença entre ronco e apneia Ronco e apneia, mesmo que usados como sinônimos no dia a dia, não são a mesma coisa. O ronco é aquele barulho chato (às vezes alto demais) quando o ar passa de forma obstruída (ou estreita) pelas vias respiratórias durante o sono, por isso gera ruídos. A apneia é, digamos, que um ronco evoluído para um estado perigoso, quando a garganta fica obstruída durante o sono. O perigo se encontra no fato da pessoa parar de respirar por alguns segundos, o que aumenta as chances de ocorrência de infarto ou AVC, o que torna-se um quadro fatal. Nos casos mais graves de apneia são indicados o uso do CPAP (Continuous Positive Airway Pressure, traduzindo, pressão positiva contínua em vias aéreas) que é um aparelho para fazer a oxigenação durante o sono.   Sintomas que devem ser analisados Cada pessoa sente os efeitos de uma noite mal dormida de uma maneira, mas geralmente os sintomas são: diminuição de reflexos durante o dia (por isso o risco elevado de acidentes no trabalho, principalmente quem trabalha com transportes ou maquinários), baixo rendimento escolar, sonolência diurna, problemas conjugais ou sociais. Associar a sonolência aos distúrbios do sono é difícil de ser feito, a...
CIGARRO? NÃO, A SAÚDE BUCAL AGRADECE

CIGARRO? NÃO, A SAÚDE BUCAL AGRADECE

Vamos combinar que não só a saúde bucal, mas a saúde geral do seu corpo agradece por você não fumar. Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo e por isso decidimos falar sobre os riscos que este péssimo hábito causa para quem faz uso de cigarro branco, de palha, charuto, narguilé, drogas, dentre outros tipos. Para além do sorriso amarelado e o mau cheiro impregnado, tragar substâncias não é bom, confira.   Por que o tabagismo faz mal à saúde Ao fumar um cigarro ou outra espécie de tabaco, uma pessoa tem as substâncias químicas prejudiciais passando primeiro pela boca e garganta. À medida que o comportamento se repete, as chances de prejudicar a cavidade oral aumentam, o que gera o câncer de boca. Outra consequência do tabagismo é o enfraquecimento do sistema imunológico que ele provoca, alterando a capacidade de combater bactérias presentes na boca (retarda a cicatrização gengival), acarretando nas doenças periodontais.   O câncer bucal Praticamente todos nós aprendemos, desde criança, que o fumo não faz bem para o corpo, porém mesmo assim algumas pessoas adquirem o hábito. Não entraremos em questões culturais aqui, devemos orientar quanto à prevenção e manutenção da saúde bucal. Crescemos também ouvindo falar do câncer bucal provocado por tabagismo, o que é um fato: a ciência já comprovou que a maioria dos casos desta gravíssima doença ocorre em ex-fumantes. O motivo é que esta enfermidade acontece por causa de mutações nas células sadias da boca, alterações provocadas pelo tabagismo.   As doenças bucais oriundas do fumo Só que não é apenas com o câncer de boca que devemos nos...
A RELAÇÃO DA SAÚDE EMOCIONAL COM A SAÚDE BUCAL

A RELAÇÃO DA SAÚDE EMOCIONAL COM A SAÚDE BUCAL

Tem hora que ao atendermos pacientes reclamando de alguma dor de dente, coincide deles falarem que haviam passado por um momento de estresse emocional horas antes do dente começar a doer. Ou que a rotina está muito puxada. Qualquer que seja o motivo, se ele está ligado à saúde emocional de uma pessoa, com certeza o desequilíbrio desta saúde pode afetar a saúde bucal. Nas próximas linhas a gente te explica.   Entendendo um pouco o que acontece Não só na cavidade bucal, mas como em qualquer outra parte do corpo humano, os desequilíbrios psicológicos podem afetar as inconstâncias físicas, e o reverso também é possível. Se uma pessoa passa por estresse constante, o corpo dela estará liberando hormônios (hidrocortisona e cortisol), além de adrenalina. São substâncias que regulam o sistema imunológico, gerando efeitos pró-inflamatórios. Quando estes efeitos se juntam com uma má higiene bucal, o resto da história você já imagina um pouco, né.   O que o estresse pode causar na saúde bucal De um simples e passageiro inchaço a desconfortos mais graves, a saúde oral de uma pessoa que tem passado por estresse constante é coloca em cheque. Doenças periodontais, bruxismo (que pode desencadear enxaquecas, cefaléia e desgastes dos dentes), halitose, aftas, cáries e vários outros incômodos estão susceptíveis a surgirem. Isso sem falar quando o indivíduo necessita se medicar para combater o desequilíbrio emocional (casos de depressão, por exemplo) e os remédios afetam a produção de saliva, favorecendo a gengivite.   Como proceder para cuidar das duas saúdes Viver nos dias de hoje totalmente longe do estresse é algo complicado, a gente sabe. Ainda mais...
Página 1 de 1612345678...Última »