(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802 - Centro - Belo Horizonte MG
5 problemas bucais mais comuns na terceira idade

5 problemas bucais mais comuns na terceira idade

Após vários anos ingerindo alimentos e bebidas, mastigando e cuidando da higiene bucal, é normal que a terceira idade seja a fase em que os dentes estão mais desgastados e frágeis, sensíveis mesmo. Para que você e sua família fiquem por dentro dos problemas bucais mais comuns desse período da vida, escrevemos este texto. Vale a pena compartilhar o assunto, todo cuidado com nossos avós, parentes e amigos que estão nesta fase é pouco. 1- Boca seca A xerostomia, normalmente conhecida como boca seca, ocorre quando a produção de saliva diminui, seja por causa de medicamentos que os idosos costumam tomar, seja por motivo de tratamentos mais fortes (câncer, por exemplo) ou por simples falta do hábito de beber água ao longo do dia. Este desequilíbrio precisa ser evitado ou corrigido, afinal a saliva possui propriedades antibacterianas que fazem parte da defesa do corpo contra infecções. 2- Cáries Uma pessoa idosa tem mais chance de sofrer com alterações bucais, como ter a gengiva mais retraída. Isso acaba deixando a raiz do dente mais exposta, o que aumenta a probabilidade de acontecer a ‘cárie de raiz’, o que compromete o dente e deixa a dentina mais hipersensível. A cárie não é saudável não só por questão da estrutura do dente, mas também porque dentes saudáveis são importantes para uma mastigação e deglutição eficazes, o que para a vida um idoso é essencial. 3- Cuidado com as próteses e implantes Não é todo idoso que sabe fazer a manutenção correta das próteses ou implantes que possui. Isso acarreta em incômodos, doenças e má qualidade de vida. Para mantê-los em bom estado,...
Guia Definitivo: Tudo o que você precisa saber sobre DTM

Guia Definitivo: Tudo o que você precisa saber sobre DTM

Uma disfunção pouco falada entre as pessoas e que causa sintomas de forma “silenciosa” é a DTM/DOF. Para que você e sua família fiquem inteirados do assunto e cuidem ainda mais da saúde bucal e corporal, preparamos este guia sobre a disfunção. Leia e se cuide! O que é DTM/DOF A sigla DTM significa Disfunção Temporomandibular e a sigla DOF significa Dor Orofacial. Ambas se referem às alterações funcionais que uma pessoa pode ter na musculatura da face responsável pela mastigação e também na articulação temporomandibular (chamada de ATM) que fica entre a mandíbula e o crânio, antes da orelha. São então sinais e sintomas as cefaleias (principalmente ao acordar), dificuldade de mastigar, dor na musculatura do rosto, qualidade do sono comprometida e até dor de ouvido. Certas pessoas relatam que já levantam pela manhã com dores na face ou na cabeça e não associam ao fato de terem (inconscientemente) pressionado os dentes durante a noite. Quais são as principais causas Esta disfunção não possui uma causa específica, entretanto certos hábitos predispõem seu desenvolvimento, como herança genética, estresse, depressão, postura do corpo, modo como se apoia a mão na mandíbula, roer unhas em excesso, apertar de forma inconsciente os dentes. São três os tipos de DTM: muscular (quando há tensão na musculatura do sistema mastigatório); articular (sobrecarga na articulação, trauma ou doença degenerativa); mista (une os distúrbios musculares e articulares). Em quem é mais frequente Geralmente a disfunção temporomandibular que leva a dor orofacial acomete adultos. Por causa do estado emocional de extremo estresse, como falamos anteriormente, hábitos prejudiciais (dormir de bruços, mastigar só de um lado da boca,...
Alimentos que auxiliam na saúde bucal das crianças

Alimentos que auxiliam na saúde bucal das crianças

O incentivo aos cuidados com a saúde dos dentes deve ser implementado desde cedo na vida das crianças, porém durante o período de troca dos dentes é ainda mais necessário reforçar sua importância. Esta fase é crítica, pois é necessário incentivar bons hábitos para garantir uma boa saúde bucal que perdure até a vida adulta. A alimentação é primordial para a saúde das crianças, e para a saúde dos dentes não seria diferente. O consumo de alimentos saudáveis associados a uma boa escovação garantem uma menor incidência de cáries e um sorriso mais bonito para os pequenos. Alimentos que causam cáries A cárie é a destruição do dente causada por bactérias presentes na nossa boca quando há acúmulo de alimentos. O consumo em excesso de alimentos ricos em açúcar e carboidratos favorecem o surgimento da cárie e o aumento da formação da placa bacteriana. Alguns favoritos das crianças como biscoitos recheados e guloseimas devem ser evitados, principalmente na fase de troca dos dentes, e deve se dar uma atenção especial à uma higiene bucal correta e eficiente. Evitar esses alimentos diminui o risco de cáries e deixa a boca da criança mais saudável para receber seu novo e permanente conjunto de dentes. Alimentos amigos da saúde bucal Verduras e frutas ricas em fibras aumentam a salivação, que promove um processo natural de limpeza dos restos alimentares que se acumulam na boca. Além disso, alimentos frescos como maçãs, cenouras e pêras além de ajudar na salivação ajudam a remover a placa bacteriana. No momento da formação dos dentes permanentes e posteriormente para seu fortalecimento é preciso consumir alimentos ricos em...
A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A higiene bucal para quem fez implantes é extremamente necessária e não pode ser negligenciada de forma alguma. Como os dentes naturais, os implantes precisam da mesma higienização, pois estão sujeitos a placa bacteriana e doenças bucais que afetam a saúde geral. Apesar do maior polimento, os implantes formam placas e nada justifica a falta de higiene. Se você tem implantes e não higieniza conforme todos os padrões, corre o risco de ter sua saúde bucal prejudicada.   Principalmente no pós operatório, é necessária uma escovação suave, com escova de cerdas bem macias que não comprometam os tecidos, mas que tenham a função de não deixar desenvolver a placa bacteriana. Excelentes para ajudar na perfeita higienização são as escovas inter dentais que limpam entre os dentes e a gengiva, sem prejudicar os tecidos e os implantes.   Para garantir uma perfeita higienização, depois dos procedimentos habituais, deve-se usar um enxaguante bucal. Aí sim, você terá completado a higienização bucal depois dos implantes. Prefira os sem álcool e em cujos componentes esteja a clorexidina que é um potente anti-infeccioso.   O que pode causar a falta de higiene bucal para quem fez implante dentário.   As chamadas doenças peri-implantares são comuns nas pessoas que não fazem uma perfeita higienização dos seus implantes que não só comprometem os implantes como a saúde geral.   MUCOSITE PERI- IMPLANTAR – Dá por uma inflamação nos tecidos ao redor dos implantes e que ainda pode ser revertida.   PERI-IMPLANTTITE – este é um estado mais avançado de inflamação dos tecidos em volta do implante e que compromete o osso de suporte, podendo causar a...
5 BENEFÍCIOS QUE SÓ O APARELHO INVISÍVEL TEM

5 BENEFÍCIOS QUE SÓ O APARELHO INVISÍVEL TEM

Corrigir a posição dos dentes na arcada dentária sem ninguém notar. O sonho de muitas pessoas tem virado realidade graças ao tratamento ortodôntico pelo aparelho invisível. As celebridades e pessoas que valorizam a autoimagem têm adorado este tipo de tratamento, e por isso separamos as principais vantagens que ele oferece, olha só. Mais do que discreto, invisível mesmo O aparelho invisível é praticamente imperceptível. Com ele, o sorriso continua à mostra e bonito devido às suas placas transparentes, daí o nome também de ‘alinhadores invisíveis’. Seu uso é indicado para os casos mais simples de ortodontia, lembrando que somente o dentista é capaz de avaliar se o paciente pode ou não usá-lo. Eficácia e rapidez O aparelho invisível é o tratamento ortodôntico mais avançado dos dias de hoje. Sua tecnologia, com escaneamento em 3D da arcada, permite se ter uma prévia do sorriso após o tratamento, além das placas serem feitas sob medida. São qualidades que favorecem um tempo médio de uso menor do que os tratamentos convencionais e que tem deixado muito paciente satisfeito. Conforto que não tem igual As moldeiras garantem um conforto maior para quem usa (não tem nada de metal a ser colocado nos dentes). Elas podem ser removidas em ocasiões especiais (alimentação, falar em público, uma festa ou sempre que preciso). O material das placas é flexível, inodoro, atóxico e super adaptável ao ambiente bucal, os pacientes se sentem à vontade de usar.  Clique aqui e receba GRÁTIS o Guia Definitivo sobre Aparelho Invisível   O queridinho dos adultos A escapatória do sorriso metálico, sem metal nenhum, existe e se chama aparelho invisível! Os adultos estão adorando...
COMO TRATAR A SENSIBILIDADE DOS DENTES

COMO TRATAR A SENSIBILIDADE DOS DENTES

Tomar um picolé, um sorvete ou uma bebida gelada pode acarretar em um sintoma que é muito comum: a sensibilidade dos dentes. Agora nessa época do verão, que a vontade por algo refrescante é rotineira, nem se fala. E você sabe ao certo por que os dentes ficam sensíveis e o que é preciso fazer para cuidar nestes casos? Nas próximas linhas a gente explica, chega mais!   Causas de um dente sensível Primeiro é importante saber que esta não é a mesma sensibilidade quando se faz um clareamento dentário (tratamento estético que branqueia os dentes), ok? A hipersensibilidade dental pode ocorrer devido a fatores como cárie dentária ou doenças gengivais, situações em que são tratadas e os incômodos somem ao longo do tratamento. Já a maioria dos casos de dentes sensíveis é porque a parte mais macia e interna do dente, a dentina, fica exposta a estímulos externos (algo muito frio ou muito quente) que ativam os nervos do centro do dente, gerando uma dor aguda breve. Alimentos e bebidas altamente ácidos, uso de escovas duras ou escovação muito forte, retração da gengiva que deixa a raiz do dente mais exposta, bulimia ou refluxo gastroesofágico são fatores que predispõem a exposição da dentina.   Os tratamentos existentes Ao sentir que os dentes estão mais sensíveis, é importante procurar um dentista para ele avaliar a causa real (como dissemos, excluir a possibilidade de cárie ou doença gengival). Dependendo do quadro clínico, o profissional vai orientar procedimentos na rotina do paciente para resolver o problema: usar uma escova de cerdas macias, uma pasta de dente própria para a sensibilidade dos...
Página 1 de 512345