(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

Parodiando nosso ilustre Vinícius de Moraes, o texto de hoje começa com a seguinte reflexão: “nos perdoem as pessoas sérias, mas um sorriso no rosto é fundamental”. Carregar um sorriso no rosto faz toda a diferença no convívio social, seja em casa, na rua ou no trabalho, não é mesmo? Em qualquer idade, crianças, adolescentes e adultos são sempre bem vistos quando têm em sua fisionomia um belo sorriso, às vezes até capaz de encantar os demais. Infelizmente algumas pessoas possuem total vergonha em sorrir por causa de motivos estéticos dos dentes, ou são muitos tortos, ou a gengiva é exagerada, ou as “canjicas” são amarelas, tudo vira motivo para evitar o sorriso ou então para colocar a mão e esconder a boca na hora de rir. O ruim destas histórias de “sorrisos contidos” é que muitas pessoas deixam de expressar o que estão sentindo e que é uma das melhores sensações de se ter no mundo: a felicidade. Outro ponto negativo relacionado a um sorriso irregular são os obstáculos que podem surgir na carreira profissional de uma pessoa. Como as empresas avaliam muito a imagem do candidato à vaga, ter um sorriso que demonstra saúde, alegria e beleza é um grande diferencial na hora de ser contratado. Sem falar nos trabalhadores que lidam direto com o público e precisam sorrir para os clientes, a boa apresentação é um cartão de visitas deles. ­A busca por uma carreira de sucesso é marcada sim por um grande e belo sorriso, todos sabemos das histórias de celebridades (atrizes, atores, jogadores de futebol) que se renderam a este investimento. Um terceiro ponto...
VOCÊ SABIA QUE BEIJAR MUUUITO…PODE SER PERIGOSO??

VOCÊ SABIA QUE BEIJAR MUUUITO…PODE SER PERIGOSO??

Vamos pra balada, pura energia e animação. Solteiros, na pista, beijar muuuuito é a meta da maioria. Sem compromisso tudo é diversão. A nossa saliva é um dos fluídos corporais mais complexos, responsável pela lubrificação e proteção de toda cavidade bucal, auxilia na mastigação, deglutição, fala, beijo e começo da digestão. Controla os níveis de água no organismo, reduz a acidez da boca, previne cáries e enfermidades. Poderosa essa tal de saliva sobre a qual pouco sabemos. Usada até pra curas na crendice popular, a saliva contém uma enzima chamada lisozima, que é bactericida e cicatrizante, por isso os animais lambem suas feridas pra cicatrizar. Mas, ela não é capaz de barrar a transmissão da Mononucleose causada pelo vírus Epstein-Barr (VEB), que é mais comum na população jovem, de 15 a 25 anos. A chamada “FEBRE DO BEIJO” é real, tem sintomas parecidos com problemas respiratórios de inverno, febre alta, dor de garganta, fadiga, inchaço dos gânglios linfáticos, tosse, perda de apetite, inflamação do fígado, hipertrofia do baço e seu rompimento, em casos mais graves. As duas últimas podem trazer sérias complicações se não for diagnosticada e tratada adequadamente. O vírus de Epstein-Barr(mononucleose) tem sido relacionado, também, com o linfoma de Burkitt e alguns tipos de câncer de nariz ou garganta. Se você está infectado, pode ajudar a prevenir a propagação do vírus para outras pessoas: • Evite beijar o parceiro ou parceira • Não compartilhe alimentos, pratos, copos e outros utensílios por até vários dias após cessar os sintomas. O vírus Epstein-Barr pode persistir em sua saliva durante meses após a infecção. Não existe vacina para prevenir a...
Alimentos contra a cárie?

Alimentos contra a cárie?

Da mesma forma que existem os alimentos que favorecem a cárie (carboidratos, doces, refrigerantes etc), existem aqueles que ajudam no combate a esta doença. Estamos falando dos alimentos que ajudam a produzir a saliva. Este liquidozinho espumoso que temos na boca, que aumenta quando vemos algo saboroso, é extremamente importante no processo digestivo. A saliva é responsável por lubrificar e diluir o alimento, além de proteger contra bactérias e umedecer a boca. Ela é produzida pelo próprio corpo e certos alimentos favorecem sua produção. Em meio às frutas, você pode ingerir maçã, pera, mamão ou frutas ácidas, como laranja, abacaxi e limão. As pessoas que não possuem problemas com a ingestão de frutas ácidas podem comer sem riscos para melhorar a produção salivar. Dentre as opções de verduras e leguminosas, coma cenoura crua, espinafre, pepino, rúcula, agrião, aspargos, salsão e hortelã. Até o jiló – que deixa poucas pessoas com água na boca – favorece a salivação. É aconselhável o consumo desses alimentos na terceira idade, já que muitos idosos reclamam de ‘boca seca’. A saliva atua no combate à cárie ao ajudar na “lubrificação” da nossa boca, melhorando nossa capacidade de auto limpeza. Entretanto a saliva não ajuda a limpar entre os dentes, para isso é essencial o uso do fio dental e de uma escovação feita de maneira correta. E por que estamos falando disto tudo? Sabemos que vocês estão curtindo as festas juninas para comer pipoca, canjica, milho cozido, pé de moleque, cocada e várias delícias ricas em açúcar e que costumam “grudar” nos dentes, um prato cheio para a cárie. Então aproveitem os arraiás e...
Nossa boca, nossa saúde

Nossa boca, nossa saúde

Partindo do princípio de que, “tudo que nutre o nosso corpo é absorvido por via oral”, é de grande importância que passemos a observar atentamente os sinais ou alertas disparados pelas condições de nossa boca. Por exemplo, quando estamos com a boca amarga é um indício de que podemos estar com o nosso fígado sobrecarregado. O mau hálito e as aftas constantes podem ser alertas para problemas estomacais e inclusive sinais de estresse. Os sangramentos e inflamações gengivais constantes podem retratar outros problemas mais graves, como o início de perda óssea, que é um grande inimigo de um sorriso bonito, levando à perda dos dentes. Os problemas bucais podem ser reduzidos e até evitados começando com boa higienização após as refeições. Isto evita o acúmulo de resíduos e a formação de bactérias. As bactérias que causam a gengivite podem entrar na corrente sanguínea e gerar ou agravar outros quadros de saúde, como problemas cardíacos, diabetes, problemas respiratórios, entre outros. A gengivite é um processo indolor, o que retarda sua identificação. Só se nota o problema quando já está em estado avançado. A melhor defesa é o cuidado diário com uma excelente escovação, uso constante do fio dental, consultas periódicas ao dentista para avaliação preventiva e a realização de uma boa limpeza e retirada dos tártaros.   Prevenção regular é sempre o melhor remédio.  ...
Quem foi seu primeiro dentista?

Quem foi seu primeiro dentista?

Sabe aquela história do dentista da família, que cuidou do seu pai, e de você quando era criança?  Só consultávamos com ele, e que as vezes nos fazia perder um tempo incrível no  trânsito, ou esperar pelo dia e horário que ele podia atender. Lembra?  A Mr. Clean Odontologia veio quebrar esse mito. Com uma equipe formada por profissionais experientes, e sua localização no centro da cidade, a Mr. Clean tem facilitado o tratamento odontológico de muitas famílias. Somos pioneiros em BH a oferecer o Day Clinic, onde o paciente realiza vários procedimentos dentários no mesmo dia, dependendo claro, da necessidade. Nosso corpo clínico conta com mais de 10 profissionais, e funcionamos de segunda a sexta das 8h as 19h e sábado das 8h as 13h. Aceitamos diversas formas de pagamento, o que facilita a continuidade do tratamento. Qual sua necessidade hoje? Clarear os dentes, implantar um dente perdido, fazer uma limpeza de rotina, verificar a saúde bucal? Seja qual for, nosso compromisso é atender com excelência. Agende sua avaliação e surpreenda-se!...
Necessidade de ir ao dentista

Necessidade de ir ao dentista

A falta de informação é grande inimiga do sorriso. Ir ao dentista com frequência é a melhor forma de manter o sorriso em dia. Além do tratamento, o dentista pode tirar dúvidas sobre dentes e saúde bucal no geral, incluindo lábios, língua, e gengiva. Com avanço da tecnologia o tratamento dentário está mais acessível, e a Mr. Clean oferece planejamento por etapa, o que deixa o cliente a vontade para escolher quando e como fazer. Em alguns casos é necessário um tratamento imediato para curar o problema encontrado, mas o tratamento preventivo ainda é a melhor forma de cuidar dos dentes. Ouça a entrevista da Dr. Kênia Monteiro na rádio...
Página 4 de 512345