(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG

Dia nacional do Idoso

Dia nacional do Idoso

No próximo sábado será comemorado o Dia Nacional do Idoso, data importante de ser comentada porque a inversão da pirâmide social do Brasil indica que teremos uma população idosa volumosa nos próximos anos. E independente da condição de vida mais sensível que um idoso geralmente enfrenta, percorrer a terceira idade com uma boa saúde bucal é possível. A seguir daremos algumas dicas, confira.

Quais são os incômodos mais frequentes?
O desconforto mais comum que as pessoas acreditam que uma pessoa idosa enfrenta é o uso de próteses, principalmente se for dentadura. O que muitos se esquecem é que o organismo do idoso é um organismo mais sensível e suscetível a inúmeros incômodos. Listando os principais deles: perda dos dentes; mastigação inadequada dos alimentos (devido às dificuldades que surgem com a falta dos dentes ou na adaptação com as próteses, a trituração da comida é feita com insuficiência); engasgos súbitos ou deglutição errada em virtude da mastigação ineficaz; cáries de raiz; xerostomia (a famosa boca seca); bruxismo (hábito de apertar e ranger os dentes); lesões da mucosa oral (candidíases, leucoplasias); câncer oral; doenças periodontais que afetam os tecidos de suporte e sustentação dos dentes; dificuldades de socialização.

A terceira idade gera uma sensibilidade maior na boca, principalmente porque é normal a gengiva começar a retrair, deixando bem expostas as áreas do dente que não são protegidas pelo esmalte dental. É um desconforto sentido por alimentos ou bebidas quentes e frias, além do ar frio ou de líquidos doces e amargos – nos quadros clínicos mais graves de sensibilidade bucal.

 

Como resolver estes incômodos
De início, a saúde bucal de um idoso permeia os cuidados básicos que tanto os adultos quanto as crianças devem ter com os dentes – escovação correta feita com escova macia que não machuca os dentes e a gengiva (o dentista deve orientar o tipo de escova que é melhor para sua arcada dentária), uso de fio dental para retirar os resíduos de alimentos que ficam grudados entre os dentes, uso de raspador lingual para evitar a saburra, acompanhamento periódico no dentista. O cuidado que for realizado de forma diferente das usuais, só pode ser passado pelo profissional dentista que acompanha o idoso, que irá avaliar todo o quadro clínico da boca, associando com a saúde como um todo do indivíduo e levando em consideração os riscos e benefícios existentes.

Além da Odontogeriatria que irá tratar os incômodos sentidos por um idoso, assim como irá reduzir os danos futuros que ele possa ter, o tipo de alimentação de nutrientes que o idoso ingere possui extrema importância para a saúde bucal. O ideal é que seja feita uma dieta rica em carnes, frutas, verduras, legumes, cereais e fibras, evitando o consumo de alimentos industrializados, doces e refrigerantes ao máximo.

Outros pequenos cuidados feitos no dia a dia, de acordo com a rotina do idoso, são capazes de diminuir os incômodos sofridos. Escovar corretamente a dentadura ou próteses, além de guardá-los em lugar seguro e úmido é essencial para evitar a boca seca. Certos medicamentos também causam a xerostomia (ressecamento da mucosa bucal), portanto é importante que o dentista acompanhe todos os remédios ingeridos pelo idoso para saber dos efeitos colaterais causados.

Os tipos de limpeza da boca variam de acordo com a condição de vida do idoso. Aquele que é totalmente independente, parcialmente dependente ou totalmente dependente de um cuidador – será orientado pelo dentista, de preferência com a família acompanhando cada especificidade e exigência que o método de escovação ou limpeza com gaze e solução exige.

 

O sorriso dos experientes
Chegar na terceira idade é uma vantagem por se tratar da fase que indica que você já viveu por muitos anos. Poder curtir os netos, acompanhar as conquistas e amadurecimentos dos familiares, dar conselhos para amigos, ver pessoas de bem transformando o mundo em um lugar melhor, avaliar o presente para assim construírem o futuro são algumas atitudes de vida que poucos, melhor dizendo, que só os idosos são capazes de usufruir.

E diante de tantas possibilidades que a terceira idade possui, nós da Mr. Clean acreditamos e queremos sempre ver uma velhice repleta de sorrisos saudáveis, sinceros e espontâneos. Parabenizamos os idosos de hoje pela força que eles têm e nos transmitem, assim como reconhecemos as pessoas que cuidam deles com total carinho, atenção e respeito. Hoje, dia 01 de outubro e sempre, viva os idosos!

Você também pode gostar de:


6 DICAS PARA SE TER MUITOS SORRISOS EM 2017

6 DICAS PARA SE TER MUITOS SORRISOS EM 2017

Mais um ano termina e a vida se renovará por mais 365 dias, um dos milagres divinos para que todos possam correr atrás dos objetivos carregados no peito. E aí, você já está se preparando para 2017 ter o máximo possível de sorrisos? Se você já fez seu planejamento anual, parabéns! Se ainda não tiver feito, não se preocupe que ainda dá tempo! Pegue lápis ou caneta e aquele...
RONCO OU APNEIA, A ODONTOLOGIA PODE TRATAR

RONCO OU APNEIA, A ODONTOLOGIA PODE TRATAR

Vários fatores podem ocasionar que uma pessoa tenha uma noite mal dormida, como sobrepeso, maus hábitos, rotina inexistente, problemas psicossociais, doenças orgânicas, medicamentos e fatores otorrinolaringológicos ou odontológicos. Exatamente, ronco e apneia são uma das causas que afetam o sono. A notícia boa é que para ambos existe tratamento e ele pode ser feito, inclusive, no dentista. A gente vai explicar mais, olha só.   Diferença entre ronco e...
DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

Muito se engana quem acha que o dentista cuida só da saúde da boca e dos dentes. A cada consulta ele analisa o quadro clínico da saúde bucal e dela com o resto do corpo. Caso o profissional suspeite que exista algum desequilíbrio (glicose alta, baixa imunidade, etc), o dentista orienta o paciente da necessidade de procurar um médico. A saúde bucal anda junto com a saúde corporal, por...
A RELAÇÃO DA SAÚDE EMOCIONAL COM A SAÚDE BUCAL

A RELAÇÃO DA SAÚDE EMOCIONAL COM A SAÚDE BUCAL

Tem hora que ao atendermos pacientes reclamando de alguma dor de dente, coincide deles falarem que haviam passado por um momento de estresse emocional horas antes do dente começar a doer. Ou que a rotina está muito puxada. Qualquer que seja o motivo, se ele está ligado à saúde emocional de uma pessoa, com certeza o desequilíbrio desta saúde pode afetar a saúde bucal. Nas próximas linhas a gente...
A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A higiene bucal para quem fez implantes é extremamente necessária e não pode ser negligenciada de forma alguma. Como os dentes naturais, os implantes precisam da mesma higienização, pois estão sujeitos a placa bacteriana e doenças bucais que afetam a saúde geral. Apesar do maior polimento, os implantes formam placas e nada justifica a falta de higiene. Se você tem implantes e não higieniza conforme todos os padrões, corre...
ALIMENTOS VILÕES DO SORRISO BRANCO

ALIMENTOS VILÕES DO SORRISO BRANCO

Na hora que a fome bate é meio complicado selecionar qual comida pode ou não prejudicar a cor branca dos dentes, o que é super normal, todo mundo age desta forma. E o certo realmente não é que alguém fique se privando de comer determinado alimento e sim que cuide dos dentes para que eles não fiquem manchados. Mas quais alimentos escurecem os dentes e requerem escovação logo após...