(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG

NÃO PARTICIPE DO DESFILE DE DOENÇAS OUTONO/INVERNO

NÃO PARTICIPE DO DESFILE DE DOENÇAS OUTONO/INVERNO

As temperaturas caem e a imunidade das pessoas também caem. Isso porque as doenças de outono e inverno são enfermidades típicas da época, que acabam se espalhando e trazendo incômodos para todos nós. Como praticamos a filosofia de que prevenir é melhor do que remediar, se liga nas orientações que preparamos pra você curtir o friozinho da estação com muita saúde.

 

Por que aumentam as doenças respiratórias nessa época

 

Com o frio as vias aéreas (em resumo são: nariz, boca, garganta e pulmões) de muita gente irrita. Para piorar, a umidade relativa do ar cai e ocorre a inversão térmica (a poluição fica acumulada na atmosfera). Junte esses fatores às concentrações de pessoas em locais fechados e pouco arejados, usando roupas e cobertores de lã que ficaram guardados e acumularam poeira. O resultado é o aumento de doenças respiratórias mesmo.

 

Quais são as mais comuns

 

Nessa época do ano ocorrem muitos quadros de doenças respiratórias infecciosas, inflamatórias e alérgicas. As mais comuns são as infecções respiratórias, com destaque para a gripe e o resfriado. Uma observação importante é a diferença entre as duas: a gripe é causada somente pelo vírus influenza e é mais grave. Ela apresenta os sintomas do resfriado (causado por vários vírus) como coriza e corpo ruim, mais febre alta – pode deixar a pessoa acamada.

 

Há outras doenças que geram incômodos para as pessoas devido à transmissão que elas possuem: pela saliva quando o infectado fala, tosse ou espirra. Entram nesse grupo a pneumonia (que é um perigo enorme pois pode surgir de uma gripe mal curada), a tuberculose e até as doenças gastrointestinais, um exemplo são os rotavírus que aterrorizam muitos pais por deixarem as crianças debilitadas com vômito, febre e diarréia.

 

O que fazer para não infectar ou ser infectado

 

Certas atitudes são simples de adotar no dia a dia e previnem que você e muita gente fique doente. Então: evite aglomerações de pessoas e locais poucos arejados (é grande a chance de terem bactérias e vírus circulando); use um lenço ou o braço ao tossir e espirrar, assim você não espalha gotículas de muco ou saliva para o ar e oriente quem não fizer isso perto de você, é um trabalho coletivo mesmo, de bom senso.

 

Lave as mãos ao sair do banheiro, antes de comer, após descer do transporte público, enfim: deixe-as sempre limpas; alimente-se de forma nutritiva e beba bastante água (gelada não pois irrita a garganta); se você ou alguém da sua família é do grupo de risco, tomem a vacina da gripe, ela é a melhor prevenção (o vírus sofre mutação e por isso que a vacinação é anual); consulte o médico caso você seja alérgico e tenha algum sintoma nessa época (evitar ambientes com carpetes, bichos de pelúcia e cortinas ajudam).

 

E caso você sinta qualquer tipo de incômodo não só nas vias aéreas mas no corpo (febre, mal-estar, enjoo, tonteira etc), não demore a procurar um médico! Quanto mais cedo for feito o diagnóstico (automedicação nem pensar, viu?), mais cedo você melhora. É um trato não oficialmente firmado: você se cuida, o próximo se cuida e todos vivemos melhor. As estações mais charmosas do ano para alguns não precisa ser um terror para outros.

Você também pode gostar de:


SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

Parodiando nosso ilustre Vinícius de Moraes, o texto de hoje começa com a seguinte reflexão: “nos perdoem as pessoas sérias, mas um sorriso no rosto é fundamental”. Carregar um sorriso no rosto faz toda a diferença no convívio social, seja em casa, na rua ou no trabalho, não é mesmo? Em qualquer idade, crianças, adolescentes e adultos são sempre bem vistos quando têm em sua fisionomia um belo sorriso,...
A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAÇÃO BUCAL DEPOIS DOS IMPLANTES

A higiene bucal para quem fez implantes é extremamente necessária e não pode ser negligenciada de forma alguma. Como os dentes naturais, os implantes precisam da mesma higienização, pois estão sujeitos a placa bacteriana e doenças bucais que afetam a saúde geral. Apesar do maior polimento, os implantes formam placas e nada justifica a falta de higiene. Se você tem implantes e não higieniza conforme todos os padrões, corre...
DIVERSÃO COM SORRISO SAUDÁVEL

DIVERSÃO COM SORRISO SAUDÁVEL

Piscina, parque, brincadeiras de correr e pular. Chegou a época das crianças curtirem as férias. Tempo bom para elas aproveitarem a infância, é esperado que os pais ou responsáveis fiquem de olho nas atividades recreativas, assim como também na saúde bucal. Férias não significa deixar o cuidado com os dentes de lado e com medidas simples você orienta e cuida da meninada, saiba mais a seguir.   Acompanhar as...
POR QUE TER DENTES LIVRES DO BRUXISMO

POR QUE TER DENTES LIVRES DO BRUXISMO

Um distúrbio odontológico que ainda acomete milhares de pessoas em todos os países é o Bruxismo. Diferente do que muitos creem ser, somente a dor nos dentes ou dores de cabeça e mandíbula, ele pode ter consequências sérias se não for tratado da maneira que precisa, aumentando ainda mais a “dor de cabeça” do paciente, no sentido figurado da expressão. Então se informe melhor com este texto e oriente...
Fio dental sem mistério

Fio dental sem mistério

O fio dental faz bem? Um estudo feito com gêmeos provou que o uso do fio dental, associado com a escovação dos dentes e da língua, reduz significamente a presença de micro organismos causadores das cáries. Procure seu dentista e consulte-o sobre a melhor maneira de usar o fio dental; se você usa ou não aparelho,  ele vai te dar ótimas dicas para facilitar sua higienização. Veja 4 benefícios...
A SAÚDE BUCAL DAS CRIANÇAS

A SAÚDE BUCAL DAS CRIANÇAS

Está é a Semana das Crianças, seres humanos que iluminam a nossa vida com alegria e pureza. É comum presenteá-las com brinquedos para comemorar a data, porém a Mr. Clean tem uma pergunta séria a fazer: você como pai, mãe, avós, tios ou como responsável por uma criança, tem cuidado da saúde bucal dela? Pois os pequenos são novos demais para saberem como se cuida direito dos dentes e precisam...