(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG

O PODER DELE, O DIÓXIDO DE CLORO

O PODER DELE, O DIÓXIDO DE CLORO

Outro dia falamos aqui de um problema bucal que algumas pessoas enfrentam e que é capaz de gerar desconfortos e dificuldades de convívio social: o ​mau hálito​. Hoje iremos dar continuidade ao assunto, mas tratando sobre um produto que é um grande aliado no tratamento da halitose – o dióxido de cloro.

Em que consiste o produto

O dióxido de cloro é encontrado em ​enxaguantes bucais e atua como um antibacteriano de grande eficácia para prevenir e combater as infecções bucais, além de eliminar aqueles odores terríveis que a halitose provoca. Sendo assim, ele começou a ser prescrito para certos tratamentos periodontais (gengiva e ossos da boca) devido sua ação biológica, que inclusive não causa danos à boca. Esclarecemos, também, que o dióxido de cloro não tem relação alguma com o cloro (que muitas pessoas confundem), mesmo que o elemento cloro seja o elemento ativo.

Por que o uso do dióxido de cloro?

A justificativa para o uso de enxaguantes bucais que possuem em sua fórmula este composto ativo está no fato do dióxido de cloro remover a placa bacteriana da língua e ainda oxigená­la, fazendo com que as bactérias que causam o mau hálito desapareçam. E, o melhor, tudo isto sem alterar a flora bacteriana normal.

O dióxido de cloro possui então uma ação biológica sem ser antibiótico, ele não provoca resistência bacteriana e não altera a microbiota natural da boca. É como se este composto realizasse um dos grandes desafios enfrentados em tratamentos médicos: o de induzir reações químicas sem gerar consequências desagradáveis para o paciente, sem gerar a famosa ação causa e efeito que certos medicamentos criam (às vezes melhoram no aspecto de incômodo apontado pelo paciente, porém pioram em outro aspecto).

Outras características do produto

Como já falamos, o dióxido de cloro é altamente indicado para pacientes que sofrem com o mau hálito, atuando na saburra lingual (aquela placa bacteriana esbranquiçada que se forma no fundo da língua). Por não alterar o sistema da microbiota bucal, ele não causa danos caso seja engolido acidentalmente na hora do bochecho (o que não significa que isso deva ser frequente, ok?). Como é um composto sem álcool na formulação, ele pode ser utilizado por todas as idades, até mesmo por crianças (desde que sempre sob indicação de um dentista).

Outras vantagens que o produto possui é que ele não provoca manchas nos dentes e os pacientes diabéticos podem utilizar sem medo, afinal não há presença de açúcar na fórmula

(sabemos que as pessoas com diabete tendem a apresentar mau hálito, infelizmente). E para finalizar, como todo produto indicado para tratamentos periodontais, a ação efetiva do dióxido de cloro só é possível quando aliada a uma higienização completa da boca, combinado? Portanto caso seu dentista indique o uso deste produto, escovar bem os dentes e usar o fio dental sempre serão fundamentais para a saúde da sua boca.

Você também pode gostar de:


SAÚDE BUCAL: PREVENÇÃO OU ESTÉTICA?

SAÚDE BUCAL: PREVENÇÃO OU ESTÉTICA?

Quando o assunto é saúde bucal, é comum vir à mente um sorriso bonito, dentes perfeitos e aparência que transmite vitalidade. A estética então acaba se sobressaindo ao hábito da prevenção, contudo beleza nem sempre é sinal de saúde. Inclusive, na odontologia, o caminho é sempre a garantia da saúde bucal primeiro, para depois se tratar a parte estética do sorriso. Confira alguns motivos sobre a importância de se...
DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

DOENÇAS IDENTIFICADAS PELOS DENTISTAS

Muito se engana quem acha que o dentista cuida só da saúde da boca e dos dentes. A cada consulta ele analisa o quadro clínico da saúde bucal e dela com o resto do corpo. Caso o profissional suspeite que exista algum desequilíbrio (glicose alta, baixa imunidade, etc), o dentista orienta o paciente da necessidade de procurar um médico. A saúde bucal anda junto com a saúde corporal, por...
QUANDO SE DEVE TROCAR A ESCOVA DE DENTES?

QUANDO SE DEVE TROCAR A ESCOVA DE DENTES?

O uso diário da escova de dentes acaba exigindo que ela seja trocada de tempos em tempos. Mas, qual é mesmo este tempo? E por qual motivo, será que é só desgaste, mesmo? A seguir, vamos responder algumas perguntas que muitas pessoas fazem quando o assunto é a troca da escova de dentes. Veja as respostas e melhore ainda mais seu hábito de higiene bucal. Por que trocar a...
Dentes de leite

Dentes de leite

Você sabia que a saúde bucal do bebê começa na barriga da mãe? O programa de acompanhamento preventivo (PAP), garante a orientação correta quanto a higiene bucal do bebê e etapas de evolução dos dentes de leite. Se você tem uma criança de 0 a 17 esse programa é ideal para você. A Mr. Clean preparou 9 dicas sobre os dentes de leite. Clique aqui e descubra mais!  ...
DIA DE SEMPRE ECONOMIZAR ÁGUA

DIA DE SEMPRE ECONOMIZAR ÁGUA

O texto de hoje aborda um assunto que é pouco colocado em prática: a economia de água. E por que esse assunto? Pois hoje é o Dia Mundial da Água, pode anotar aí que todo dia 22 de março foi instituído como a data voltada para discutir temas sobre a importância do líquido que é imprescindível para a vida. O papo é sério e a gente te mostra porque...
APARELHO: MELHOR O TRANSPARENTE OU O INVISÍVEL?

APARELHO: MELHOR O TRANSPARENTE OU O INVISÍVEL?

Dentre os caminhos atuais da odontologia estética, quem decide usar aparelho ortodôntico para transformar o sorriso acaba se deparando com as opções mais estéticas, além da metálica. Ao analisar qual tratamento é o que mais interessa o paciente, em comparação com o tradicional aparelho metálico, existem os métodos transparente ou invisível. Conhecer um pouco sobre cada um é o primeiro passo para a escolha certa.   Iguais nos objetivos,...