(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br

SAIBA COMO SE PREVENIR DA HALITOSE

SAIBA COMO SE PREVENIR DA HALITOSE

O que é essa tal de halitose? Entenda!

Mesmo que o termo pareça ser nome de doença, a halitose nada mais é que o mau hálito, o incômodo que alguns sentem quando abrem a boca para falar ou respirar. É um assunto considerado meio que um tabu, pois há pessoas que sabem que têm, as que acham que que têm e as que não sabem que têm (é um problema até psicológico e delicado de se lidar,  afinal incomoda tanto quem possui, quanto quem está perto de uma pessoa que possui). Separamos algumas informações para que você, quem sabe não consiga ajudar aquela pessoa mais íntima (parente, amigo) que, infelizmente, sofre com isso?

 

As causas do mau hálito

 

Já está comprovado que a grande maioria dos casos de halitose começa na própria boca. Cerca de 90% dos casos se relacionam à falta de limpeza da língua, o que gera a saburra lingual (placa bacteriana esbranquiçada que fica no fundo da língua). Os outros 10% são referentes aos casos de restaurações mal adaptadas ou quando a pessoa come certos tipos de alimentos (cebola e alho, por exemplo); ingere muito álcool; fuma; costuma ter a boca seca ou está com algum desequilíbrio no corpo – doença periodontal, diabetes, insuficiência renal, infecções respiratórias ou no aparelho gastrointestinal.

 

Os pacientes que passam por tratamento de radioterapia, costumam ter a produção de saliva reduzida, o que gera mau hálito (dependendo, se preciso, eles podem até usar saliva artificial para ajudar na lubrificação da boca). Todas essas hipóteses elevam as chances de uma pessoa ter mau hálito. Lembrando que hoje já existem clínicas especializadas na área, que realizam exames para identificar a causa específica da halitose.

 

O que fazer para não ter

 

Cuidar da saúde e evitar as doenças que citamos é uma das maneiras de prevenir o desconforto. Outras formas são: ter uma excelente higiene bucal (escovar ou usar raspador específico para retirar a saburra lingual; usar o dióxido de cloro quando recomendado pelo dentista; beber muita água para manter o corpo hidratado (águas saborizadas e sucos sem açúcar ajudam quem não gosta de água pura). Não ficar mais de 3 horas sem se alimentar (esse péssimo hábito ocasiona problemas gastrointestinais) e fazer a limpeza bucal com o dentista de maneira regular também espantam a possibilidade de mau hálito.

 

Gostamos de reforçar que a halitose é um desconforto que precisa ser tratado para não prejudicar a vida social do paciente (relacionamentos no geral: amorosos, no trabalho e com família e amigos, que acabam sendo comprometidos). O acompanhamento em clínica odontológica é essencial para analisar toda a saúde bucal do paciente, pois está diretamente ligada à saúde geral do corpo. Por isso, a Mr. Clean recomenda e reforça a importância de os pacientes fazerem o PAP (Programa de Acompanhamento Preventivo), para todos cuidarem não só da boca e dos dentes, mas do corpo inteiro. Porque, cá entre nós, que bom mesmo é sorrir para a vida com um sorriso completo: saudável, bonito e sem mau hálito!

Você também pode gostar de:


VOCÊ SABIA QUE BEIJAR MUUUITO…PODE SER PERIGOSO??

VOCÊ SABIA QUE BEIJAR MUUUITO…PODE SER PERIGOSO??

Vamos pra balada, pura energia e animação. Solteiros, na pista, beijar muuuuito é a meta da maioria. Sem compromisso tudo é diversão. A nossa saliva é um dos fluídos corporais mais complexos, responsável pela lubrificação e proteção de toda cavidade bucal, auxilia na mastigação, deglutição, fala, beijo e começo da digestão. Controla os níveis de água no organismo, reduz a acidez da boca, previne cáries e enfermidades. Poderosa essa...
Dia nacional do Idoso

Dia nacional do Idoso

No próximo sábado será comemorado o Dia Nacional do Idoso, data importante de ser comentada porque a inversão da pirâmide social do Brasil indica que teremos uma população idosa volumosa nos próximos anos. E independente da condição de vida mais sensível que um idoso geralmente enfrenta, percorrer a terceira idade com uma boa saúde bucal é possível. A seguir daremos algumas dicas, confira. Quais são os incômodos mais frequentes?...
5 ATITUDES PARA PERDER O MEDO DE IR AO DENTISTA

5 ATITUDES PARA PERDER O MEDO DE IR AO DENTISTA

Estudos comprovam, as pessoas que têm medo de ir ao dentista infelizmente possuem uma saúde bucal ruim. Isto porque o que era um simples desconforto acaba se tornando uma cárie, uma inflamação grave e o desequilíbrio só aumenta. Sendo medo ou fobia, não importa o grau do receio, a visita ao dentista é muito importante para a saúde da boca e do restante do corpo. Vamos aprender algumas medidas...
A RELAÇÃO SAÚDE GERAL E BUCAL DAS GESTANTES

A RELAÇÃO SAÚDE GERAL E BUCAL DAS GESTANTES

Gente, sabe aquele discurso que nós, dentistas, falamos sobre o quanto a saúde geral do corpo está interligada à saúde bucal? Então, um exemplo indiscutível é a conexão da saúde do organismo de uma gestante com a saúde da boca dela. Uma mulher em período de gestação tem seu corpo mais sensível e tal sensibilidade pode refletir na cavidade bucal. Confira a seguir mais informações sobre o assunto.  ...
BEBA ÁGUA PARA HIDRATAR E CUIDAR DA SAÚDE BUCAL

BEBA ÁGUA PARA HIDRATAR E CUIDAR DA SAÚDE BUCAL

No calorão que tem feito, ter mais sede é normal e até bom para o corpo se manter hidratado e a saúde bucal fortalecida. Hum? “O que a saúde bucal tem a ver com a hidratação corporal?”, você deve ter se perguntado. Pois  saiba que assim como o corpo precisa de água para sobreviver (cerca de 65% do corpo humano é composto por água), a saúde bucal também precisa...
A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

A CHEGADA DOS PRIMEIROS DENTINHOS, E AGORA?

Entenda como se dá esse processo e como os pais podem amenizá-lo para o bebê Se tem uma coisa que é capaz de conquistar todo mundo é o sorriso de um bebê. Com ou sem dentes, a expressão facial desses seres humaninhos é tão linda e fofa que desmonta qualquer um. Agora, pergunta para os pais se quando os dentinhos começam a aparecer o bebê fica só a sorrisos?...