(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Guia Definitivo: Tudo o que você precisa saber sobre DTM

Guia Definitivo: Tudo o que você precisa saber sobre DTM

Uma disfunção pouco falada entre as pessoas e que causa sintomas de forma “silenciosa” é a DTM/DOF. Para que você e sua família fiquem inteirados do assunto e cuidem ainda mais da saúde bucal e corporal, preparamos este guia sobre a disfunção. Leia e se cuide! O que é DTM/DOF A sigla DTM significa Disfunção Temporomandibular e a sigla DOF significa Dor Orofacial. Ambas se referem às alterações funcionais que uma pessoa pode ter na musculatura da face responsável pela mastigação e também na articulação temporomandibular (chamada de ATM) que fica entre a mandíbula e o crânio, antes da orelha. São então sinais e sintomas as cefaleias (principalmente ao acordar), dificuldade de mastigar, dor na musculatura do rosto, qualidade do sono comprometida e até dor de ouvido. Certas pessoas relatam que já levantam pela manhã com dores na face ou na cabeça e não associam ao fato de terem (inconscientemente) pressionado os dentes durante a noite. Quais são as principais causas Esta disfunção não possui uma causa específica, entretanto certos hábitos predispõem seu desenvolvimento, como herança genética, estresse, depressão, postura do corpo, modo como se apoia a mão na mandíbula, roer unhas em excesso, apertar de forma inconsciente os dentes. São três os tipos de DTM: muscular (quando há tensão na musculatura do sistema mastigatório); articular (sobrecarga na articulação, trauma ou doença degenerativa); mista (une os distúrbios musculares e articulares). Em quem é mais frequente Geralmente a disfunção temporomandibular que leva a dor orofacial acomete adultos. Por causa do estado emocional de extremo estresse, como falamos anteriormente, hábitos prejudiciais (dormir de bruços, mastigar só de um lado da boca,...
POR QUE TER DENTES LIVRES DO BRUXISMO

POR QUE TER DENTES LIVRES DO BRUXISMO

Um distúrbio odontológico que ainda acomete milhares de pessoas em todos os países é o Bruxismo. Diferente do que muitos creem ser, somente a dor nos dentes ou dores de cabeça e mandíbula, ele pode ter consequências sérias se não for tratado da maneira que precisa, aumentando ainda mais a “dor de cabeça” do paciente, no sentido figurado da expressão. Então se informe melhor com este texto e oriente seus amigos.   As características do Bruxismo Considerado pela Odontologia e Medicina como um hábito parafuncional (afinal o paciente não percebe que está com a alteração comportamental, justamente por estar dormindo), o Bruxismo provoca o ranger rítmico dos dentes (pode ocorrer também de dia, mas é raro). Sua causa está diretamente ligada ao nível de estresse que o indivíduo está sofrendo, seja pressão no trabalho, familiar, social ou até pessoal (uma pessoa que se cobra demais e não vive bem). Tem pessoas que não sabem que possuem (não tiveram o hábito inconsciente notado por alguém) e só descobrem em uma avaliação ou exame odontológicos de rotina. Todo Bruxismo é um apertamento dentário, entretanto têm pessoas que possuem todos os sintomas do Bruxismo, então sofrem com o apertamento dentário, mas não rangem e desgastam os dentes.   Por que é necessário tratar O motivo de tratar o Bruxismo se refere justamente aos sintomas que ele provoca: uma pessoa que está estressada e com Bruxismo, acaba se estressando mais ainda com os sintomas que ele causa. Ranger de dentes (o que deixa-os desgastados e até com o esmalte afetado); dor na musculatura ao abrir e fechar a boca; forte apertar sentido nos...