As férias escolares acabaram e a rotina dos mais novos volta esta semana com tudo! O que não pode ficar de fora no volta às aulas é também a higiene bucal das crianças e adolescentes (aos que não a deixaram de lado, parabéns!). A seguir vamos dar alguns macetes para facilitar a retomada do hábito, afinal a saúde bucal não é menos importante que higiene corporal, alimentação, sono, estudos, esporte ou diversão.

 

Deixe o kit de higiene bucal do seu filho sempre completo

É bom que o kit bucal tenha todos os aparatos necessários. A escova de dentes deve ser escolhida de acordo com a idade, existem modelos para bebês e crianças. As cerdas devem ser macias e finas, a cabeça pequena e circular (para alcançar os espaços estreitos da arcada), o cabo emborrachado para que a escova não escorregue da mão. E vale a pena confirmar com o dentista o período ideal de troca da mesma.

Sobre o creme dental, existem os personalizados. Tem os com embalagem temática (assim como as escovas, tem do personagem preferido da criançada) e gostinho de infância (sabor tuti frutti). Fique atento se a pasta dental possui quantidade menor de flúor. E não se esqueça do fio dental: quanto mais cedo a criança usar, mais fácil dela criar este hábito. Compre o modelo simples com ação anti-cáries, assim previne as bactérias cariogênicas que são tão comuns na infância.

 

Explique para seu filho a importância de escovar os dentes

Ensine aos pequenos que uma pessoa que não escova os dentes direito pode sofrer com doenças graves, de cáries a desequilíbrios na saúde geral. As bactérias que vivem em nossa boca nos protegem de fatores externos, porém elas se aderem à cavidade bucal junto com os restos de alimentos, formando a placa bacteriana. É desta placa que surgem os problemas.

O sangue que circula nos dentes é o mesmo que circula nas demais partes do corpo, por isso ele pode transportar qualquer tipo de infecção que esteja na boca para os órgãos e tecidos. Temos até um texto com outras dicas para você conseguir criar este hábito na rotina dos mais novos. Conversar com frequência sobre o assunto com o dentista e outros pais e responsáveis são medidas que também ajudam na hora de educar.

 

Prepare lanches mais saudáveis para eles

A correria do dia a dia parece ser a justificativa perfeita para você comprar lanches embalados e prontos, certo? Então se lembre da dica de alimentação que muitos nutricionistas falam e que vale para qualquer idade: “desembalar menos, descascar mais”. Se organizar, é possível evitar  refrigerantes, sucos industrializados, biscoitos, bolos e refeições prontas. Estudos recentes comprovam que uma alimentação não saudável favorece obesidade e doenças dentais em crianças e adolescentes.

Então capriche na criatividade e pesquisa nutritiva para que o carrinho de compras só fique cheio de verduras, legumes, cereais, frutas, leite, queijo e iogurtes, alimentos que não possuem muito açúcar na composição. Pense em uma coisa: de quebra você e o seu filho passarão a viver ingerindo mais nutrientes, melhorando não só a saúde bucal mas como do corpo inteiro.

E para finalizarmos, vale ter atenção caso os jovens pratiquem esportes que exijam protetores bucais (evitar uma fratura na boca é prevenção de traumas odontológicos que às vezes duram a vida inteira). E claro, traga a meninada para visitar o dentista após o período de recesso. O profissional fará uma avaliação e um tratamento preventivo (venha se encantar com nosso PAP) para que você e a criança ou adolescente sorriam pra vida com dentes bem lindos neste segundo semestre do ano!