(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG

Onde Tratar Dor de Dente em Belo Horizonte

Dor de dente é algo que vem sem aviso. De repente, lá está a boca latejando em dor! E, geralmente, acontece nos momentos mais inconvenientes. Por isso, você precisa saber que com dor de dente não se brinca e nem se espera. 

Ao primeiro sinal, clique aqui para falar com a Mr. Clean! O texto a seguir não tem como função diagnosticar, mas sim falar sobre os tipos de dor de dente mais comuns que existem. Dê uma olhada!

Como aliviar a dor antes de chegar no dentista?

Como dissemos, é muito comum a dor de dente começar em momentos que não dá para largar tudo e correr para o dentista. Como cada dor de dente é causada por um motivo específico, é muito delicado dar “receitas” para lidar com isso. 

Mas, de uma forma geral, o que pode ser feito é aplicar gelo sobre o lugar, tomar um analgésico e correr para a Mr. Clean o quanto antes. 

Como o problema que causa a dor de dente pode evoluir rapidamente e, até mesmo, gerar consequências como a queda do dente, é fundamental não esperar.

Como evitar a dor de dente?

Não existe outra forma: fazer consultas preventivas é a melhor forma de evitar a dor de dente. Indo ao dentista ao longo do ano ajuda você a ter conhecimento da sua saúde bucal como um todo, e não apenas quando surgir um problema. Além de sempre te orientar como melhorar a higienização do local.

Consultas preventivas como Programa de Acompanhamento Preventivo (PAP) da Mr. Clean podem ajudar você e sua família a evitarem doenças bucais transmissíveis, como a cárie.

No PAP, gestantes e mamães também podem receber as melhores orientações para cuidar da sua saúde e do seu bebê da melhor maneira. 

Tipos de Dor de Dente

Dor de dente: Siso

Dor de dente causada pelo siso é muito comum entre pré-adolescentes, adolescentes e jovens-adultos. Quando o dente siso não tem o espaço adequado para nascer, pode gerar muita dor. Eles podem ficar presos na maxila, na articulação ou na gengiva. 

Outro tipo de dor de dente que o siso pode causar é com a doença cárie. Por estarem localizados em lugares mais difíceis de alcançar com a escova e o fio dental, eles têm uma chance maior de desenvolverem essa doença ou algum tipo de problema gengival.

Dor de dente: Pericoronarite

A pericoronarite, que pode ser causada pelo nascimento do dente siso ou não, é quando acontece uma inflamação no dente que ainda está coberto (ou parcialmente coberto) pela gengiva

Em algumas vezes, esse problema pode acontecer devido à má higiene bucal. Isso, aliado ao dente irrompido, que é quando ele ainda está dentro do osso, constroem o ambiente ideal para isso acontecer.

Dor de dente: Exposição radicular

Essa daqui é o pesadelo da maioria das pessoas. A exposição radicular é quando a raiz do dente fica à mostra, sendo um dos problemas dentários que mais comprometem a saúde bucal de um paciente. 

Essa exposição pode acontecer em pessoas de várias idades, e é causada, geralmente, pela escovação irregular dos dentes. Mas o uso incorreto do fio dental, falta de higienização bucal, bruxismo e outras situações também podem causar esse problema.

Necessidade de canal

Em alguns desses casos, é preciso fazer um tratamento de canal para restaurar a saúde do dente. Com o profissional da Mr. Clean, o procedimento de canal é feito de forma conservadora, preservando o dente sem deixá-lo enfraquecido ou ressecado. 

Dor de dente: Dentina exposta 

Você já tomou algo muito gelado ou muito quente e sentiu aquela terrível dor lá no fundo dos dentes? Pois isso pode ser causado pela exposição da dentina, que é a parte do dente que protege o nervo. 

Ao longo dos anos, por motivos diversos (físicos e biológicos), o dente pode perder o esmalte, a gengiva pode se retrair, causando esse problema. Com a dentina exposta, o dente sofre alteração de cor e na lisura superficial. Ficar atento a esses sintomas é de grande importância.

Dor de dente: Problema com restauração

Após ter sido afetado por uma fratura, cárie ou outra doença bucal, procedimentos de restauração podem ser feitos na busca de recompor a saúde e integridade do dente.  

Para restaurar o dente, o profissional irá higienizar o local, remover ou tratar o causador do problema, e então preencher o espaço com um material específico para restaurar o espaço. 

Porém, complicações podem acontecer caso haja uma infiltração no local, por exemplo. Ou até mesmo se a restauração for feita repetidas vezes no mesmo dente ou no mesmo lugar. Isso pode levar a uma fratura na coroa, gerando muita dor de dente ao paciente.

Dor de dente: Bruxismo

Também conhecido como “ranger dos dentes”, o bruxismo é um distúrbio odontológico que acomete pessoas de todas as idades. O bruxismo pode causar intensa dor de dente, na musculatura, na articulação e na cabeça.

Mas não é apenas isso! O bruxismo pode ter causa psicológicas e emocionais, sendo causado por estresse, cansaço e afins. A Disfunção Temporomandibular (DTM) e a Dor Orofacial (DOF) também são dois vilões que podem ser causados pelo bruxismo!

Sem o devido cuidado, o bruxismo pode quebrar dentes, raízes e ter sérias consequências para a saúde bucal como um todo, levando até mesmo à necessidade de um implante dentário! É fundamental procurar, o mais rápido possível, um profissional da Mr. Clean caso note algum desses sintomas.

Dor de dente: Cárie

Talvez o motivo mais conhecido por causar dor de dente, a doença cárie é um problema que precisa de muita atenção na prevenção e tratamento! E sim, a cárie é uma doença, e que se não tratada, pode destruir os dentes, alcançar a polpa e se transformar em um abcesso, que é a infecção na ponta da raiz do dente.

Evitar a cárie é, com certeza, muito mais simples do que tratá-la. Tudo o que você precisa fazer é manter a higiene da boca em dia! Escove os dentes, no mínimo, três vezes ao dia e não se esqueça do fio dental. Uma dieta balanceada também ajuda bastante! 

Vale lembrar que a doença cárie é transmissível. Um beijo, uma colher compartilhada ou até mesmo assoprar a comida do bebê para resfriá-la pode ser fonte de transmissão. 

Por isso, é fundamental ter consultas de Acompanhamento Preventivo para você e sua família!