(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG

Avós cuidadores. Amor preventivo

Avós cuidadores. Amor preventivo

As exigências cada vez maiores na luta pela sobrevivência, e a premente necessidade de buscar o mínimo de qualidade de vida para suas famílias, os pais muitas vezes se vêm obrigados a recorrer à ajuda abençoada dos avós. E estes fazem em sua grande maioria o papel de educadores.

Frequentemente os problemas odontológicos na primeira infância, são oriundos de falta de informação e maus hábitos praticados no passado.

Relatamos aqui alguns alertas que vão contribuir sobre maneira na preservação da saúde bucal e integral dos menores. Aqui seguem algumas dicas interessantes:

– No sétimo mês de gestação são formados o paladar e a gustação do bebê, se a mãe gostar de guloseimas com certeza o bebê também vai gostar.

– As radiografias deverão ser evitadas nos primeiros meses.
– O bico poderá ser usado como acalento nos primeiros meses, mas nunca como tapa boca.
– Se precisar usar o bico para adormecer, o ideal é que retire assim que o bebê dormir.
– A sucção do dedo deve ser evitada. E neste caso vale a brincadeira: é bem mais fácil tirar um bico do que cortar um dedo.
– O leite materno é único e o mais rico alimento nos primeiros seis meses de vida do bebê.
– Recomenda-se o uso de mamadeiras com o bico anatômico, ortodôntico.
– Se for adotado o uso do bico, este também deve seguir a mesma linha anatômica da mamadeira.
– O início da dentição pode causar irritação, dor, agitação durante o sono, coceiras pelo corpo, salivação aumentada, diarreia e febre baixa.
– A cárie é uma doença transmissível, que pode e deve ser evitada e controlada. E alguns cuidados devem ser tomados para não contaminar o bebê:
Não conversar muito perto dele
Não beijá-lo na boca
Não chupar o seu dedinho
Não limpar o bico que caiu no chão com a sua boca
Não provar a comida do bebê na colher com que ele vai comer
Não soprar o alimento para esfriar
Não provar o suco ou o leite do copo do bebê

Até mais ou menos 2 anos e meio, espera-se que esteja com a primeira dentição completa: 20 pequenos dentinhos de coloração leitosa, por isso recebe o nome de “dente de leite”.

Privar uma criança de comer doces não é o caminho mais sensato, o ideal é que se permita a ingestão das guloseimas próxima aos horários de higienização bucal. Limpar a boca, gengiva, bochecha, língua, palato (céu da boca) com gaze ou fralda úmida embebida em água filtrada.

Quando primeiro dentinho aparecer é hora de visitar odontopediatra. Comece a escovar os dentes do bebê após cada alimentação e antes de dormir, use uma escova com cabeça pequena e de cerdas macias e arredondadas de preferência com pasta de dente sem Flúor e fio dental. Troque-as quando as cerdas começarem a virar para o lado.

O Flúor ingerido em excesso, por ingestão de pasta de dente ou de suplementação poderá causar manchas e defeitos no dente do bebê, causando a chamada fluorose.

Conscientizar que a doença cárie é transmissível e que a postura educadora e preventiva dos avós cuidadores é o melhor caminho, vai assegurar um crescimento saudável e sem stress desta criança.

Para um acompanhamento seguro, eficiente e amoroso consulte o PAP da Mr. Clean.

Você também pode gostar de:


O SORRISO DELAS

O SORRISO DELAS

Hoje é um dia que surgiu de milhares de ventres de todo o mundo. Estamos falando do 8 de março, Dia Internacional da Mulher, data que é marcada por ações em todos os continentes em busca de melhores condições de trabalho, de vida social e política. Essa história começou na segunda metade do século XIX e está viva até hoje, porque as mudanças são necessárias, olha só.   Uma...
COMO TRATAR A SENSIBILIDADE DOS DENTES

COMO TRATAR A SENSIBILIDADE DOS DENTES

Tomar um picolé, um sorvete ou uma bebida gelada pode acarretar em um sintoma que é muito comum: a sensibilidade dos dentes. Agora nessa época do verão, que a vontade por algo refrescante é rotineira, nem se fala. E você sabe ao certo por que os dentes ficam sensíveis e o que é preciso fazer para cuidar nestes casos? Nas próximas linhas a gente explica, chega mais!   Causas...
OUTUBRO ROSA

OUTUBRO ROSA

O assunto de hoje é voltado para as mulheres idosas, adultas e adolescentes. E também para os homens que acompanham de perto a vida dessas mulheres e querem que elas vivam bem. O tema é a prevenção contra o câncer de mama, doença que gera milhares de vítimas todo ano e que precisa ser controlada e evitada. Para vocês, nas linhas a seguir, um pouco sobre o essencial Outubro...
Sem saliva, sem saúde

Sem saliva, sem saúde

Você sabia que na terceira idade nosso organismo já não é como na juventude? A saúde bucal comprometida vai afetar diretamente a condição nutricional, o estado físico e mental do indivíduo, além de diminuir o prazer de uma vida social ativa. A diversidade de conceitos, circunstâncias de vida e até a falta de informação podem afetar a aceitação, a procura e a realização bem sucedida de um tratamento dentário....
SAÚDE BUCAL: PREVENÇÃO OU ESTÉTICA?

SAÚDE BUCAL: PREVENÇÃO OU ESTÉTICA?

Quando o assunto é saúde bucal, é comum vir à mente um sorriso bonito, dentes perfeitos e aparência que transmite vitalidade. A estética então acaba se sobressaindo ao hábito da prevenção, contudo beleza nem sempre é sinal de saúde. Inclusive, na odontologia, o caminho é sempre a garantia da saúde bucal primeiro, para depois se tratar a parte estética do sorriso. Confira alguns motivos sobre a importância de se...
SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

SEM MEDO DE SORRIR E SER FELIZ

Parodiando nosso ilustre Vinícius de Moraes, o texto de hoje começa com a seguinte reflexão: “nos perdoem as pessoas sérias, mas um sorriso no rosto é fundamental”. Carregar um sorriso no rosto faz toda a diferença no convívio social, seja em casa, na rua ou no trabalho, não é mesmo? Em qualquer idade, crianças, adolescentes e adultos são sempre bem vistos quando têm em sua fisionomia um belo sorriso,...