(31) 3224-7378 / (31) 98623-9711 (whatsapp) - contato@odontologiaesaudebh.com.br
Rua dos Tupis, 38 - Conj. 802
Centro - Belo Horizonte MG
A pouco falada Odontologia do Esporte

A pouco falada Odontologia do Esporte

No clima que o Brasil viveu de Olimpíadas e agora com as Paralimpíadas, é comum pensarmos na saúde de ouro que um atleta precisa ter para auxiliá-lo na conquista de uma medalha. O que poucas pessoas refletem é que todo o corpo precisa estar saudável, inclusive a boca e os dentes. A seguir, falaremos um pouco sobre o assunto. O que é a Odontologia do Esporte Um atleta profissional costuma ter um técnico e uma equipe médica à sua disposição para que todo seu organismo seja acompanhado e funcione da melhor forma possível. Dentre os profissionais que o acompanham, é de suma importância a presença de um dentista, fazendo análises que englobam as dietas e os movimentos que o treino exige. É preciso que ocorra uma parceria entre dentista e atleta não só por motivos estéticos que a exposição na mídia exige, mas também por questões de desempenho no esporte. O objetivo é prevenir e tratar problemas bucais que possam surgir e os traumas inesperados que acontecem, qualquer impacto acaba afetando a mandíbula e toda a boca – no caso de esportes de contato, as lesões são recorrentes e exigem ainda mais atenção e cuidado. Outro fator que justifica o cuidado com a saúde bucal é a dieta dos atletas, programa alimentar muitas vezes rico em carboidratos e bebidas energéticas com alto teor de açúcar que favorecem o desenvolvimento de cárie e erosão ácida dos dentes. Negligência com os dentes afeta o treino Várias consequências podem surgir na vida de um atleta que não faz acompanhamento com o dentista, desde infecções bucais (cáries, gengivites, tratamento de canal, por exemplo),...
SAÚDE… ALÉM DO CORPO!

SAÚDE… ALÉM DO CORPO!

Durante muito tempo a definição de “saúde” era tida apenas como a ausência de adoecimentos físicos. Com o passar do tempo e da modernização das pesquisas científicas, bem como a imensidão dos adoecimentos que surgiam sem uma causa aparente, fez-se urgente uma nova conceituação e entendimento do estado de saúde. O que realmente precisamos para ter, manter ou restabelecer nossa tão preciosa saúde? Acredito que devamos partir do princípio: uma infância feliz e bem cuidada, bem nutrida. Mas, nutrida muito além de belas frutas, belos cafés da manhã, refeições com pratos bem coloridos e atraentes, regularidade nos horários, e, não estamos falando em quantidade. Precisamos de pouca quantidade para alimentar substancialmente nosso corpo. É mais importante a variedade abundante do que a quantidade pra suprir nossas carências – vitamínicas, proteicas e minerais. Implante dentário em Belo Horizonte Nossas carências são muitas. Quais carências podem afetar nossa saúde? Mais que os antioxidantes da maça ou potássio da banana, precisamos da ternura do olhar; mais que mel, precisamos do doce que vem do abraço… Meio romanceadas estas palavras! Mas, pra falar de saúde, precisamos da leveza da alma, da arte do sorriso… Ah… O SORRISO! Vou contar um acontecido. Quando recebi a leiturista da Cemig, com olhar cansado, expressão sisuda, perguntei sorridente: – Tem presente pra mim? Ela, meio desconfiada. disse: – Nem todo mundo quer este presente. Disse que ela me trazia um bom presente, sinal que a minha vida tinha luz, luz no lar, luz no amar, luz no viver e que aquele presente era mais uma forma de luz, sinal que minha casa tinha vida e vida abundante!...